Qual o limite que separa a vida da morte? O primeiro suspiro podemos garantir que é quando nascemos, mas e o último?

A morte sempre será um grande mistério e por isso, muitas crenças se constroem para trazer uma certa explicação que nos dê algum conforto. Independente das crenças, o fato é que ela está ai sondando a vida das pessoas. Isso acontece comigo também…

Para quem não sabe, sou fisioterapeuta e atuo no tratamento da dor crônica. Já passaram muitos pacientes, mas os que me chamam mais a atenção são os idosos, vou explicar o motivo. Eu espero um dia chegar na idade deles e diante do quadro de cada um fico me questionando, como eu gostaria de viver quando chegar nessa idade. Essas minhas referências são jovens de mais de 80 anos, cada um com sua personalidade e forma de encarar a vida. Desde então, comecei a gravar videos deles falando sobre como é ter 80 anos.

Claro que a morte faz parte desses relatos, mas o mais interessante, que independente do sofrimento atual, eles sempre falam como é bom viver. São muitas experiências vividas que se tornam grandes histórias que podem servir de lição para muita gente. No último estágio da vida, eles ainda comemoram tudo que foi construído durante toda vida, falam da família que construíram e como foi importante torná-los fortes para superar as dificuldades da vida. O mais interessante desses relatos é que isso só acontece quando os filhos estão presentes, reconhecendo a função dos pais em sua vida e retribuindo todo o esforço e cuidado.

Um outro ponto relevante é a dificuldade de ver seus amigos e entes queridos morrendo. O relato é de uma sensação de estar ficando por último. Nesse momento, experimento como deve ser difícil esse momento e vem muitas reflexões sobre o assunto. De qualquer forma, a vida é assim, não temos como mudar isso, mas temos como aprender a lidar com as situações adversas de forma serena e equilibrada, sem perder as rédeas. É isso que eles me passam…

Para encerrar, deixo uma pergunta. O quanto está preparado para passar por essa situação? Se os problemas de hoje te causam tanta angústia, como será quando não tiver mais nenhum tipo de expectativa…

Quer receber artigos como esse?!

Coloque seu nome e melhor email para receber e interagir. Essa troca de experiências e vivências é única..